A experiência do Cisto Pilonidal

10/12/2009

Esqueci de postar ontem a noite.

Até a hora que fui dormir estava tudo ok, sem dor nenhuma.

Dormi tranquilo. Acho que está cicatrizando bem, pois estou sentindo aquela coceira de quando está cicatrizando.

Acordei, tomei banho, fiz o curativo mais uma vez. Tive que fazer um reforço nos esparadrapos, pois durante essa noite ele soltou um pouco (descolou).

Sem dor nenhuma até agora.


Escrito por cisto.pilonidal às 11h35
[] [envie esta mensagem] []


09/12/2009

Primeiro dia depois da cirurgia

Acordei já sem sono às 8 para tomar o remédio. Tomei só porque é anti-inflamatório, se fosse por dor não tomava nada, pois não senti nada.

As 9, após o banho minha mãe foi fazer o curativo. Achei que ia morrer de dor. E morri. Da porcaria do esparadrapo que pregou nos meus pelos. Da cirurgia não senti nada. E olha que minha mãe limpou e colocou gaze lá dentro. Nem um pingo de dor.

Almocei. Sem dor.

Vi todos os programas de TV a tarde. Sem dor.

Criei esse blog: sem dor.

Estou andando normal. (dentro da possibilidade é claro, pois estou com um mega esparadrapo na bunda... kkkk).

Faço número 1 normal. Não tentei fazer número 2 ainda. Mas acho que não haverá problema.

A única dor que comecei a sentir hoje é a da anestesia. Mas não é nada d+. Parece que eu fiquei o dia inteiro com as costas curvadas e deu uma dorzinha. Sem estresse.

Antes de dormir, posto o últimas notícias de hoje.

 


Escrito por cisto.pilonidal às 17h58
[] [envie esta mensagem] []



Em casa

Cheguei em casa e fui comer mais um pouquinho. Após achei melhor ir dormir. Não tomei nenhum remédio (já haviam me dado uma dose de dipirona no hospital).

Achei que seria a pior noite da minha vida. Ledo engano. Foi muito tranquilo. Consegui dormir com a "bunda para baixo" diferente de muitos relatos que eu vi. E para minha surpresa: sem nenhuma dor.

Para na abusar tentei dormir de bruços a noite, mas as vezes acordava já em outra posição. Enfim, uma noite tranquila...


Escrito por cisto.pilonidal às 17h47
[] [envie esta mensagem] []



Quarto, jejum e alta

Cheguei no quarto e me colocaram na cama para finalizar a recuperação, isso já eram mais ou menos 2 da tarde. (comecei a cirurgia 11:20, terminei mais ou menos 11:50, e fiquei de 12:00 até 14:00 na sala de recuperação).

O pior para fim foi a fome. Apesar de já estar no quarto não podia comer ainda. A comida somente seria liberada as 17:00. Então tirei uns cochilos, vi TV e quando foi 17:00 me trouxeram um lanche. Foi um dos lanches mais gostosos da minha vida (kkkk).

As 18:30 jantei (estava delicioso também após 18 horas de jejum).

Quando foi 20:00 o médico me deu alta e eu fui para casa (após comprar os medicamentos que ele prescreveu).

 


Escrito por cisto.pilonidal às 17h43
[] [envie esta mensagem] []



Sala de recuperação

Na sala de recuperação acompanharam meus batimentos e pressão (já tinham feito isso na cirurgia, mas continuaram acompanhando) durante 1 hora mais ou menos.

Para a surpresa da enfermeira que lá estava com menos de 30 min eu já conseguia mexer minhas pernas (parece que a anestesia não fica durante muito tempo em mim).

Fiquei olhando todos os operados que lá chegavam e pensei (ainda bem que o meu é só cisto)...

Reclamei que estava frio (e estava, mas acho que piorou porque minha pressão baixou por causa da anestesia – nada de anormal). Me deram mais cobertores e após mais ou menos 1 hora me mandaram para o quarto.


Escrito por cisto.pilonidal às 17h29
[] [envie esta mensagem] []



Cirurgia

A pessoa que me chamou me levou para uma sala e mandou eu aguardar. Aguardei e passados 10 min uma enfermeira me chamou para trocar a roupa e colocar aquela “camisola de hospital”.

 

Coloquei e o médico veio ao meu encontro. Ele me levou para a sala de cirurgia. Entrei e lá estavam as enfermeiras. Perguntei sobre a anestesia ele disse que seria a peridural e disse que os detalhes sobre sedativos quem falaria seria o anestesista.

 

Deitei naquela mesa de cirurgia, a sala estava muito gelada (ar condicionado). Reclamei para a enfermeira e logo após chegou o anestesista. Perguntei como seria e ele disse que me daria um sedativo que eu ficaria meio sonolento e não lembraria nada após.

 

Nisso chegou a enfermeira do outro lado e tirou minha pressão enquanto o anestesista preparava o soro e o sedativo. Após tirar a pressão a enfermeira foi colocar o soro (enfiar mais uma agulha) e decidiu colocar na minha mão. Gelei, pois varias pessoas dizem que doe muito. Pura mentira de gente medrosa. Não doeu nada. Logo após veio o anestesista e colocou o sedativo com uma seringa. 20 segundos depois comecei a ficar com muito sono. Nisso fiquei na posição fetal (de lado), passaram um creme nas minhas costas (acho que era um anestésico para dar a anestesia mesmo). Assim que o anestesista terminou com o creme ele pediu para eu me curvar mais, a enfermeira me ajudou e ele aplicou a anestesia. No inicio não senti nada. Depois de uns 5 segundos senti uma pequena pressão incomoda (nada que mate, o pessoal faz muito drama) ele pediu para segurar a onda (não me mexer) e logo a pressão passou. Após isso minha perna começou a ficar dormente.

 

Após isso acho que o sedativo fez efeito. Lembro-me de poucas vezes que “acordei” (pois estava acordado, mas não lembro nada) e vi a cara do anestesista me observando. Nessas vezes eu sentia o médico fazendo a cirurgia, mas não sentia um pingo de dor ou agonia (mais uma vez os medrosos exageram).

 

No fim da cirurgia acordei mais uma vez, ele me mostrou um big tufo de cabelo que tinha dentro do cisto. Nesse momento já estava com o curativo e logo após as enfermeiras me pediram para passar para a maca do lado para ir para sala de recuperação.


Escrito por cisto.pilonidal às 17h05
[] [envie esta mensagem] []



Dezembro de 2009

Em dezembro todos me perguntavam: você não está com medo, ansioso? E a resposta era: não.

Mas por que isso? Não sei dizer ao certo. Não sei se estava preocupado com a final do brasileirão (sou flamengo e o jogo era 2 dias antes da cirurgia) ou se realmente é o meu jeito. De qualquer forma tento não morrer de vespera (lema do peru de natal).

Domingo: jogo do flamengo, nem lembrei da cirurgia.

Segunda: fui fazer uma prova e no meio dela recebi a ligação para confirmação da cirurgia. Confirmei, mas confesso que deu pela primeira vez o friozinho na barriga. A partir das 11 da noite jejum total (nem água podia beber, pois são necessárias 12 horas). Fui domir 00:00 ansioso (Obs. era minha primeira cirurgia chegando).

Terça (dia da cirurgia): acordei às 8 (ansioso) e a cirurgia era as 11. O médico pediu para chegar as 9. Mas infelizmente peguei um transito (que me deixou mais ansioso ainda)  e cheguei as 10. No hospital mais atraso para disponibilizar o quarto, pois ainda estava ocupado. Esperei até 10:50 quando entrou uma pessoa na recepção da internação e falou: “Sr. Fulano”. Eu falei “Eu”. Ai ele disse “vamos para o centro cirúrgico”.


Escrito por cisto.pilonidal às 16h42
[] [envie esta mensagem] []



Novembro - mês antecedente a cirurgia

Em novembro de 2009 voltei ao consultório. O médico passou alguns exames e pediu que enviasse a ele próximo a cirurgia.

Bom, como eu adoro agulhas (claro que é ironia né pessoal, mas graças a Deus não sou fresco. Só olho para o lado e pronto) enrolei até limite e fui fazer o exame. Mandei os exames por e-mail e ele deu ok e mandou confirmar a cirurgia para o dia 8 de dezembro.


Escrito por cisto.pilonidal às 16h32
[] [envie esta mensagem] []



A decisão final para operar

No ano de 2008, após formado, tive condições de contratar um plano de saúde (Golden Cross, recomendo, pois a aprovação para cirurgia foi muito rápida) e procurei um médico particular.

A médica geral (mais uma vez mostrei a bunda para alguém... kkkk) me mandou procurar um proctologista (ja fiquei até preocupado com a famosa "dedada", mas graças a Deus no meu caso não foi preciso.. kkkk). Enrolei mais um bom tempo e em 2009 resolvi dar um jeito nisso.

Procurei o médico (Dr. André, que por sinal é um excelente médico) e mais uma vez mostrei a bunda (kkkk) e ele disse que realmente deveria operar e que ficaria no mínimo 30 dias de molho. Para não prejudicar o trabalho pedi para marcar para dezembro que estaria de férias.


Escrito por cisto.pilonidal às 16h28
[] [envie esta mensagem] []



O médico cirurgião

Muito contrariado (até pelo mico que é ficar mostrando a bunda pra todo mundo) fui até o médico cirurgião especialista na área (em um hospital público) e ele confirmou a doença. Recomendou a cirurgia e mandou eu agendar.

Quem disse que eu tive coragem? Enrolei e nunca mais voltei (Não faça isso).


Escrito por cisto.pilonidal às 16h22
[] [envie esta mensagem] []



A detecção do cisto

No ano de 2004 (mais ou menos), fui sentar em um local e senti um incômodo na região Cóccix (ossinho perto da bunda).

Fui dar uma olhada e percebi que tinha um machucado, saindo uma secreção. Na epoca não tinha plano de saúde, mas fazia estágio em um orgão público que tinha atendimento médico. Fui até a médica perguntar o que era e descobri o nome da doença: cisto pilonidal.

Ela me disse que eu deveria operar.


Escrito por cisto.pilonidal às 16h20
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
 
 
       
   



BRASIL, Centro-Oeste, BRASILIA, Homem, de 20 a 25 anos


Histórico

OUTROS SITES
    UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis


VOTAÇÃO
    Dê uma nota para meu blog